Conselho de Administração suspende a Geral do Grêmio

“O Conselho de Administração do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense, no uso de suas atribuições e considerando a gravidade dos fatos ocorridos no jogo entre Grêmio e Bahia, pelo Campeonato Brasileiro 2014, os quais tiveram claramente o objetivo de prejudicar o Clube, resolve:

1) Suspender por tempo indeterminado qualquer atividade da torcida organizada denominada Geral do Grêmio;
2) Proibir, por parte da referida torcida, a utilização das marcas de propriedade intelectual do Clube;
3) Identificar possíveis sócios envolvidos no episódio para ultimar medidas administrativas visando seu desligamento da atividade associativa e da frequência ao estádio, se for o caso;
4) O Clube, diante dos últimos fatos ocorridos em relação ao campo de jogo, estudará, em conjunto com a Arena, formas de evitar que novos incidentes acarretem em multas, perda de mandos de campo e prejuízos à imagem do clube e de sua ordeira torcida.

Aos torcedores, jogadores e funcionários do Grêmio e integrantes das demais torcidas organizadas, agradecemos pelo apoio e engajamento que sempre emprestaram às campanhas de conscientização realizadas pelo Clube, especialmente no jogo do último domingo.”

Pergunta: está certo o Conselho de Administração em suspender a torcida Geral do Grêmio? Ou o clube deveria tentar antes identificar os responsáveis pelos atos racistas, além de outras confusões e afastá-los administrativamente, se algum dos envolvidos for sócio?

Grêmio ganha a terceira seguida em casa pelo Brasileirão

POSTADO IMEDIATAMENTE APÓS O JOGO GRÊMIO 1 X 0 BAHIA.

O Grêmio venceu a sua terceira partida com o comando de Luiz Felipe Scolari jogando na sua casa pelo Brasileirão.

Havia vencido antes do Criciúma, Corínthians e, neste domingo, foi a vez do Bahia. Cem por cento de aproveitamento, na Arena.

Nos outros jogos com Felipão, mas fora de casa, o Tricolor perdeu para o Inter e o Cruzeiro.

Não esquecendo que, pela Copa do Brasil, em casa, Luiz Felipe perdeu de dois a zero para o Santos.

A impressão é de que o time tem melhorado o seu rendimento. Inclusive, contra os santistas, não foi ruim o desempenho. Mas ainda falta muita coisa para chegar a algum título.

Na vitória de um a zero sobre o bem treinado Bahia, o Grêmio veio com Matias Rodríguez na lateral direita e Alán Ruiz no lugar do lesionado Luan.

O gol surgiu somente no segundo tempo. Depois da principal substituição: entrou Biteco na vaga de Alan Ruiz. Foi um gol coletivo.

Barcos chutou sobre a linha do gol aproveitando uma grande jogada de Giuliano que tabelou com Fellipe Bastos e cruzou para Dudu.

Ele ganhou a disputa do marcador e tocou por cima de Marcelo Lomba, dando a chance de Barcos chegar para completar para as redes, aos 14 minutos.

Foi uma partida equilibrada. De poucas oportunidades claras. Um empate não seria uma injustiça, também.

Alguns torcedores vestiram camisas pretas e carregaram mensagens contra o racismo à Arena em referência ao episódio de preconceito sofrido pelo goleiro Aranha.

A equipe entrou em campo carregando um faixa: “Somos azuis, pretos e brancos. Chega de racismo”.

Após duas derrotas seguidas, Inter volta a vencer no Brasileirão

POSTADO IMEDIATAMENTE APÓS A PARTIDA DO PACAEMBU. PALMEIRAS 0 X 1 INTERNACIONAL

Cada vez mais me convenço que o Inter está mesmo é disputando uma vaga para a Libertadores da América do ano que vem.

O resultado deste sábado, fora de casa, deu um alento a mais em busca do real objetivo do segundo semestre.

Que é chegar entre os quatro primeiros do campeonato brasileiro. O Inter terá um pouco de tranquilidade, após os últimos insucessos.

Abel surpreendeu ao escalar, desde o início da partida do Pacaembu, Jorge Henrique e Eduardo Sasha. Alex e Alan Patrick ficaram de fora.

O jogo foi intenso. A equipe rubra foi melhor no primeiro tempo. Winck saiu com lesão muscular. Gilberto, entrou. D’Alessandro não fez falta.

Jorge Henrique fez o gol aos 19 minutos. Houve outras chances interessantes. O desempenho foi melhor do que nos últimos jogos.

Na etapa final, o Palmeiras, mesmo cheio de desfalques e da falta de qualidade, pressionou um pouco mais. Mas nunca mereceu o empate.

O garoto Leandro recebeu mais uma oportunidade. Entrou na vaga do também jovem Sasha, aos 25 minutos. Foram mais de trinta três mil pagantes, no Pacaembu.

As melhores chances sempre foram do visitante. A vitória voltou a deixar o alvirrubro na vice-liderança, mas ainda muito distante do Cruzeiro.

Acontece que o o time mineiro também ganhou. Fez quatro a dois em cima da Chapecoense, no Mineirão.

Agora, é aguardar o que poderá fazer contra o Bahia, pela Taça Sul-Americana.

Pelo campeonato nacional, o próximo compromisso será diante do Figueirense, domingo, no Beira-Rio.

1º Cruzeiro 42 2º Inter 34 3º São Paulo 32 4º Corinthians 31 5º Fluminense 29

OBS: SE O SÃO PAULO NÃO GANHAR DO FIGUEIRENSE NESTE DOMINGO O INTER PERMANECERÁ NA SEGUNDA COLOCAÇÃO.