O que falta para erguerem esta estátua na Arena?

O Sbt Esporte, através do repórter Rodrigo Morel, nesta terça, decidiu recordar os jogadores que se tornaram imortalizados e saber dos nossos seguidores a opinião sobre Renato Portaluppi.

No Brasil, nove jogadores estão eternizados em estátuas nos estádios de futebol. Assim como Fernandão, no Beira-Rio, são ídolos que se tornaram símbolos de glórias, de grandes conquistas pelo Inter.

As outras oito estátuas estão divididas em cinco estádios diferentes, espalhados pelo Brasil. No Engenhão, são quatro: Nilton Santos, Garrincha, Jairzinho e Zagallo.

Em São Januário, Romário é o rei. Na Ilha do Retiro, me intrometi no texto do Morel, e lembrei de uma foto ao lado do meu filho, com a imagem do grande e inesquecível craque, Ademir Menezes.

O grande Bellini, primeiro brasileiro a erguer a taça de campeão do mundo, em 1958, toma conta do Maracanã. E o Rei Pelé está imortalizado, na Fonte Nova, em Salvador.

Renato Portaluppi está reinvidicando a nona homenagem. Fez o pedido em dezembro do ano passado. A pergunta é: então, o que falta para erguerem esta estátua na Arena?

Opinem.

EDITADO: a matéria do repórter Rodrigo Morel será exibida, na sua totalidade, a partir das 12h25, no Sbt Esporte. Ela, também, estará sendo mostrada no facebook, nesta terça-feira.

Grêmio empata com gol irregular de Bolaños

O primeiro gol do jogo Grêmio e São José, na Arena, neste domingo, pela quarta rodada, surgiu após uma boa jogada do equatoriano Miller Bolaños, no segundo tempo. Lincoln, que havia entrado um pouco antes do lance, fez o passe para o um a zero.

Bolaños, recebeu da esquerda para o meio, avançou, superou a marcação e fez a tabela com Lincoln. O problema é que o atacante gremista dominou com o braço esquerdo, antes de fuzilar o goleiro Fábio. Gol irregular. O São José reclamou muito do erro do árbitro.

Zequinha, que chegou ao empate através de Rafinha, segue na zona de rebaixamento do campeonato gaúcho. O time do Passo D’Areia, demonstrou mais preparo físico e poderia até mesmo ter saído com a vitória, na Arena.

Após o final, o capitão Maicon chegou a discutir com um torcedor por causa de uma falta que o jogador gremista deixou de fazer no lado ofensivo do Tricolor. Maicon tinha o amarelo e decidiu deixar o adversário seguir o lance para evitar o segundo cartão amarelo.

Opinem.

Brenner marca dois, mas Inter somente empata com o Passo Fundo

POSTADO IMEDIATAMENTE APÓS PASSO FUNDO 2 X 2 INTERNACIONAL

Brenner fez uma atuação de oportunismo e de um verdadeiro centroavante no empate de Passo Fundo, neste domingo, no estádio Vermelhão da Serra. O atacante marcou os dois gols colorados, todos na etapa complementar. Passo Fundo 2 x 2 Internacional.

O Passo Fundo foi melhor na primeira etapa e saiu ganhando. Mas a saída de Anselmo da equipe alvirrubra, no intervalo, modificou o jeito de jogar dos visitantes. Houve três pênaltis, no entanto, somente um deles foi assinalado pelo árbitro e convertido por Brenner.

A situação colorada ficou complicada na tabela do campeonato gaúcho, após a 4ª rodada. Ninguém do Inter imaginava sofrer um gol nos últimos instantes da partida. O gol tricolor foi de Saimon, numa das poucas falhas do goleiro Danilo, que saiu equivocadamente do gol.

Opinem.

Inter é “absolvido”, apesar de continuar a comprar ingressos de organizadas

O mundo sabe da participação dos clubes de futebol lado a lado com as torcidas organizadas. Neste episódio de Veranópolis, o próprio TJD, admitiu que o Internacional COMPROU ingressos.

Foram 330 ingressos doados para as torcidas “organizadas”. Portanto, o clube precisava ser punido e severamente pelos tribunais.

Mas, diferentemente do que indica o bom senso entre os homens e a sociedade, o Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul privilegiou a violência em detrimento da ordem.

A pena foi branda, apesar do recurso pedido pelo procurador do Tribunal. Nenhum novidade, ou alguém concorda com os fatos vistos no estádio Antônio David Farina?

Decididamente, o futebol brasileiro é uma “máfia”, onde os tribunais, para falar apenas em esporte, agem politicamente, ao invés de uma tomada de decisão técnica e justa.

Opinem.